quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

CONFRONTO



As recordações
Veem de longe.
Transporto-me
No tempo
E acordo sem saber,
Quem sou.
Ao meu redor
Vejo às flores,
Que adornaram
O meu jardim.
Sinto o aroma
Da juventude
Invadindo o meu ser.
Momentos maravilhosos
Que vivi.
Confronto de gerações
Que divide o sonho
Do passado;
Com a realidade
Do presente.
Desejos contidos
Pela dor da saudade
Do vazio da ausência,
Que me domina.

Nenhum comentário:

Postar um comentário